Madeiras utilizadas

Explorar as possibilidades que a madeira oferece através da utilização das técnicas de marcenaria naval é o que a Movelaria Boá objetiva. Os projetos dos móveis contemplam um design atemporal, foco na qualidade, durabilidade e funcionalidade. Partindo da análise do uso quotidiano das peças, as madeiras são escolhidas conforme as propriedades de resistência à umidade e flexibilidade, selecionadas de acordo com as caraterísticas estéticas de textura, cores e padrões. Assim, se produz um mobiliário com a melhor e mais adequada matéria-prima. Para que você possa entender melhor o processo de desenvolvimento dos móveis de madeira maciça e compensado naval, há abaixo uma descrição das principais características do material utilizada pela Movelaria Boá.

 
CARVALHO BRANCO (Quercus spp)
carvalho-branco
Outros nomes   Carvalho-alvo, roble-alvo ou roble-branco
Tonalidade   Marrom claro ao marrom escuro
Aroma   Imperceptível
Densidade (peso)   Alta (madeira pesada)
Durabilidade natural  

Resistente a decomposição.

Indicações de uso   Construção, móveis, assoalho, marcenaria arquitetônica, marcenaria exterior, molduras, portas, armários de cozinha, painéis, traves para ferrovias, pontes de madeira, aduelas de barril, ataúdes e cofres.
 

CEDRO (Cedrela fissilis Veli., Meliaceae.)
cedro
Outros nomes   Cedro-branco, Cedro-rosa, Cedro-vermelho, Cedro-batata, Cedro-roxo.
Tonalidade   Bege rosado ao castanho avermelhado
Aroma   Agradável
Densidade (peso)   Baixa (madeira leve)
Durabilidade natural  

Resistência moderada ao ataque de organismos xilófagos (fungos e insetos)

Indicações de uso   Mobiliário de alto padrão, lâminas decorativas, peças torneadas, molduras para quadros, artigos de escritório, instrumentos musicais, construção civil interna e e em construção naval, como acabamento interno decorativo e casco de embarcações leves.
 

FREIJÓ (Cordia goeldiana Huber, Boraginaceae)
freijo
Outros nomes   Frei-Jorge.
Tonalidade   Pardo-amarelado até pardo claro acastanhado
Aroma   Fraco
Desidade (peso)   Média (peso médio)
Durabilidade natural   Em condições adversas é considerada de resistência moderada ao ataque de organismos xilófagos (fungos e insetos).
Indicações de uso   Indústria moveleira, painéis, construção naval, construção civil, hélice de pequenos aviões, etc.
 

IMBUIA (Ocotea porosa (Nees) Barroso, Lauraceae.)
imbuia
Outros nomes   Canela-imbuia, Imbuia-amarela, Imbuia-brazina, Imbuia-clara, Imbuia-parda, Imbuia rajada, Imbuia-preta, Umbuia.
Tonalidade   Bem variável, indo do pardo-claro-amarelado ao pardo-escuro-avermelhado.
Aroma   Agradável
Densidade (peso)   Alta (madeira pesada)
Durabilidade natural  

Resistente ao ataque de organismos xilófagos, é considerada de boa durabilidade natural.

Indicações de uso   Mobiliário de alto padrão, lâminas decorativas, peças torneadas, painéis compensados e divisórias, construção civil.
 

LOURO VERMELHO (Nectandra rubra (Mez) C. K. Allen, Lauraceae.)

louro-vermelho

Outros nomes   Louro-Rosa, Louro-Gamela, Gamela, Canela-Vermelha, Louro-Canela, Louro-mogno, ltaubão,
Tonalidade   Castanho-avermelhado ao castanho-alaranjado
Aroma   Imperceptível
Desnidade (peso)   Alta (madeira pesada)
Durabilidade natural   Moderada a muito durável, é resistente a fungos, cupins e brocas.
Indicações de uso   Mobiliário de alto padrão, construção civil, lâminas decorativas, compensados, etc.
 

LOURO PRETO (Ocotea sp, Lauraceae)
louro-preto
Outros nomes   Louro do estado, Canelas
Tonalidade   Castanho a pardo levemente amarelado.
Aroma   Imperceptível
Densidade (peso)   ModeradamenteAlta (madeira moderadamente pesada)
Durabilidade natural   Resistente ao ataque de organismos xilófagos.
Indicações de uso   Móveis, lâminas decorativas, construção civil, assoalhos, construção naval e cutelaria.
 

MARFIM ou PAU-MARFIM (Balfourodendron riedelianum (Engl)., Rutaceae.)
marfim
Outros nomes   Farinha-Seca, Gramixinga, Guataia, Marfim, Pau-Liso, Guatambu, Pequiá-Mamona, Pequiá-Mamão, Pau-Cetim.
Tonalidade   Branco-palha-amarelado ao amarelo pálido
Aroma   Imperceptível
Densidade (peso)   Alta (madeira pesada)
Durabilidade natural  

Baixa resistência natural ao apodrecimento.

Indicações de uso   Mobiliário de alto padrão, lâminas decorativas, peças torneadas, cabos de ferramentas, molduras, partes internas na construção civil, artefatos decorativos em geral, cutelaria, etc.
 

TECA (Tectona grandis Lf. Berbenaceae)
teca
Outros nomes   -
Tonalidade   Castanho-amarelado a castanho escuro
Aroma   imperceptível
Densidade (peso)   Baixa (madeira leve)
Durabilidade natural  

Apresenta alta resistência ao ataque de fungos e insetos além de alta durabilidade quando sujeita às intempéries.

Indicações de uso   Mobiliário de alto padrão, marcenaria em geral, pisos, construção naval, laminação, compensados, barril para guardar produtos químicos, janelas, portas, esquadrias e peças de decoração internas.
 

COMPENSADO NAVAL (madeira laminada compensada)
compensado naval
O compensado é composto de um número ímpar de lâminas relativamente finas, coladas umas às outras, dispostas alternadamente, de modo que as fibras de uma se cruzem ou fiquem a 90º com as fibras das outras, visando equilibrar tensões e reduzir riscos de empenamento. A Movelaria Boá utiliza a resina epóxi como cola para as lâminas. A madeira compensada apresenta algumas vantagens: resistência uniforme; eliminação de contração e, conseqüentemente, do aparecimento de fendas e empenamentos; obtenção de chapas de tamanhos variados; melhor aproveitamento da madeira.

Indicações de uso: Os compensados são painéis com aplicações muito abrangentes, sendo destinadas para setores de construção civil, naval, indústria moveleira, embalagens, etc.

 

Todos os direitos reservados 2012 da Movelaria Boá.